The Lost Boys

The Lost Boys

The Lost Boys

Estava assistindo recentemente com certo tom de nostalgia um filme que vi há muitos anos atrás. Considerado um dos melhores no gênero The Lost  Boys. Lembro-me que quando o vi era um adolescente e me chamou muito a atenção pelo que o filme representou pra mim, e que só fui entender tal adoração com o passar dos anos e dos tempos. Ano de lançamento 1987, final da década de 80, a chamada década perdida, considerada como o fim da idade industrial e início da idade da informação, vestimentas, filmes e músicas extravagantes, o nascimento dos grandes icones da cultura pop, mas isso não vem ao caso. De um certo modo tudo começou a ser permitido e isso foi um choque para a sociedade da época, mas vamos ao filme em si. Sinopse:   Lucy e os filhos Michael e Sam mudam-se para Santa Carla, na Califórnia uma cidade que tem muitos jovens desaparecidos. Os dois irmãos descobrem uma gangue de motoqueiros que está mais morta do que viva, pois estão se transformando em vampiros.  Como Michael se apaixona por Star, uma destas criaturas, Sam precisa agir para salvar o irmão.

Parece uma premissa um tanto quanto sem nexo e sem graça, mas nas mãos do produtor Richard Donner e do Diretor Joel Schumacher, o vampirismo presente no filme faz uma analogia a iniciação dos jovens na vida adulta e as conseqüências das drogas nesses jovens. As famílias passam a conviver com o consumo das drogas cada vez mais presente na sociedade mundial e o conflito que tal consumo proporcionava, ele é um dos filmes que retrata com perfeição a década de 80, o elenco é encabeçado por atores jovens os quais sumiram e outros ainda presente no Mainstream, Corey Haim, Corey Feldman, Kiefer (Jack Bauer) Sutherland, Jason Patric, Dianne Wiest, entre outros, não gosto de dar nota a filmes, mas indica-los como um filme q marcou minha juventude, não sei se tem o mesmo impacto hoje em dia, mas lembro-me que me diverti muito com o filme.

CURIOSIDADES:

O título do filme, em inglês The Lost Boys (Os garotos perdidos), é uma referência do diretor Joel Schumacher aos personagens de mesmo nome de Peter Pan, que nunca crescem.

O nome dos irmãos Frog, Edgar e Alan, são uma referência a Edgar Allan Poe.

Faz parte da trilha musical do filme uma canção do The Doors, People Are Strange, regravada pela banda inglesa de post-punk Echo and The Bunnymen. Também chamou a atenção na época a semelhança física do ator Jason Patric com o falecido vocalista daquela banda, o lendário Jim Morrison.

O ator que interpretou David é Kiefer Sutherland, o mesmo ator de Jack Bauer da série 24 Horas.

O filme seguiu a trilha do sucesso de Fright Night (no Brasil, A Hora do Espanto), realizado em 1985 e que fez os filmes de vampiro voltarem à moda.  

Anúncios

~ por Zach em fevereiro 1, 2009.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: