Séries

Carnivale - Realidade Torta

Carnivale - Realidade Torta

A cada dia que passa, minha admiração por artigos televisivos tem-se tornado maior, devido a qualidade apresentada pelos mesmos. Os das séries de televisão, com a falta de criatividade no cinema americano tão em baixa, com cada vez mais produções que não honram os investimentos gastos, eles tem se tornado uma nova alternativa para diretores e atores que perderam o timing na tela grande e têm feito sucesso na telinha, podia tecer o texto todo citando exemplos disso aqui, mas o interesse do texto não é esse.

 

Algumas séries me chamaram a atenção, porque quebraram meu preconceito contra essas produções: Band of Brothers, Carnivale e Dexter, Six Feet Under, entre outras com destaque para duas, Carnivale e Dexter.

Carnivale:

Em 1934, em plena Grande Depressão americana, todo o país afunda em uma crise econômica inédita. Após acompanhar, impotente, a morte da mãe, o fugitivo da Justiça Ben Hawkins (Nick Stahl) abandona sua fazenda para juntar-se a uma companhia circense. Ao lado de um grupo bastante peculiar, o jovem sobrevive como assistente de todos os shows do circo. O problema é que o lugar é cercado de mais misticismo do que se imagina, assim como o protagonista, capaz de ter premonições e curar deficientes. Ele é ligado misteriosamente ao pastor Justin Crowe (Clancy Brown). Esta série é sobre os estranhos fenômenos conduzidos pelos dois personagens.

Dexter:

A série é baseada no livro Darkly Dreaming Dexter, de Jeff Lindsay, e conta a história de Dexter Morgan, um assassino em série que trabalha como analista forense especialista em padrões de dispersão de sangue, no departamento de polícia do Condado de Miami-Dade. Dexter é interpretado por Michael C. Hall.

Valendo-se do fato de ser um expert forense em análise sanguínea e de trabalhar no Departamento de Polícia de Miami, Dexter, de um modo bem meticuloso e sem pistas, mata criminosos que a polícia não consegue trazer à Justiça. A série narra a trajetória de sua vida dupla por meio de flashbacks e, paulatinamente, vai desvelando diversos segredos dos personagens, criando um ambiente de constante suspense.

É impossível, não gostar do personagem, mesmo ele sendo um assassino sangue frio que mata as suas vítimas com extrema crueldade.

As duas séries tem em comun o fato do espectador não saber que posição tomar, não se valendo do que seja certo ou errado, afinal de contas não sabemos até que ponto seus personagens principais são certos ou errados em suas escolhas, trazendo uma questão que a cada dia nos permeiam, os homens têm perdido a noção do que é certo ou errado, escolhemos como idolos pessoas que merecem tal título. Fica para outra postagem…

Anúncios

~ por Zach em fevereiro 7, 2009.

Uma resposta to “Séries”

  1. porra
    vi esse seriado no sbt d madrugada [de d,omnigo pra segunda]
    super legal..
    tem hora q ele parece meio chato, mas tem uma produção..enredo e história mto bons..]

    parabens ´pelo blog
    e quando puder visite-me ..

    http://www.bagageirodocurioso.spaceblog.com.br

    sera bm vindo

    até..
    e dexter nunk vi =/

    num tenho tv a cabo o o site q baixo seriados num tm kkkkkkkkk

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: