O Lutador

O Lutador

O Lutador

Essa semana tive a oportunidade de conferir as estréias da semana no único cinema da minha cidade. E uma coisa que há muito tempo não se via, foi à quantidade de bons filmes que por sinal eram legendados em cartaz. Vou me dedicar ao oficio de falar desses filmes durante esses dias.

Começando com um dos melhores filmes do ano, e que também ficou de fora da disputa do Oscar de melhor filme e diretor deste ano O Lutador (The Wrestler) de Darren Aronofsky. Randy Robinson (Mickey Rourke) é um lutador que, em meio a um combate, sofre um infarto. Ele é informado de que pode morrer caso volte a lutar, o que faz com que busque um emprego em uma loja de mantimentos. Paralelamente ele tem um relacionamento com Cassidy (Marisa Tomei), uma stripper. Ele também tenta retomar o relacionamento com a sua filha, que abandonou ainda criança. Um dia surge uma proposta para que enfrente seu grande ex-rival, o que faz com que Randy pese os riscos de saúde que sofre com a chance de recuperar sua dignidade.

Se observarmos pelo ponto comum, a história não é lá grande coisa, mas com atuações fortíssimas o filme se torna um drama muito pesado, sobre como pessoas autodestrutivas levam suas vidas, e as conseqüências nas mesmas. Liderado pelo excelente ator Mickey Rourke, e pela atriz Marisa Tomei que, diga-se de passagem, exibe uma forma escultural para uma mulher com a sua idade, o Lutador exibe em tom documental a vida deste homem que por sua natureza autodestrutiva afasta todas as pessoas ao seu redor e que tem como o mais próximo de uma companhia uma dançarina de boate que se expõe para seus clientes. O movimento de câmera sempre se posicionando atrás do ator ou a distancia deixa que nós tiremos nossas próprias conclusões sobre sua vida, desde um infarto que o previniu para abandonar seu oficio, até as lutas que o mesmo faz para sobreviver, até um jogo de videogame em que o mesmo é o astro principal, que tem uma das cenas mais curiosas do filme sobre como Randy é nostálgico a ponto de não conhecer videogames de ultima geração.

Com atuações destruidoras, mais uma vez o diretor se mostra excelente em dirigir seus atores, com uma atuação visceral, a qual em muitos anos não vejo um ator se dedicar tanto ao seu trabalho como Mickey Rourke, já que o filme de um certo modo remonta um passado perdido pelo ator que despontou como uma grande promessa trabalhando com diretores conceituados, sendo quase um registro de sua vida publica onde escândalos com drogas, um casamento conturbado, cirurgias plásticas, atuações em filmes ruins, quase o fizeram jogar sua carreira no lixo, uma cena que me chamou a atenção foi o fato do mesmo se cortar em cena pra dar uma maior veracidade ao momento, outra grata surpresa é a atriz Marisa Tomei que também em uma atuação marcante divide a cena de igual pra igual com o astro principal, e mostra que também merece um lugar de destaque entre as grandes atrizes americanas.

Outro ponto a se observar com calma é sua trilha sonora, com sons etéreos e musicas de bandas de metal farofa da década de 80 que se mostram ideais pra mostrar todo o momento pelo qual esse homem passou; igual às mesmas, as quais habitam no ostracismo.

Mas há de se lembrar que se não fosse pela escolha de Mickey Rourke como o ator principal, não acredito que o filme seria tão grandioso, a ponto de conquistar publico e critica por onde passou, levando prêmios importantes no circuito de cinema mundial. Há de se lembrar que isto seja uma retomada na sua carreira, e que mais e mais vezes ele se entregue ao papel desse jeito; é uma honra assistir filmes assim.

Anúncios

~ por Zach em março 22, 2009.

Uma resposta to “O Lutador”

  1. Só para completar… O infarto foi depois da luta, mas isso é detalhe… O filme é realmente muito bom e muito autoral, um golpe certeiro! E, além de não ter sido indicado para melhor filme e diretor, a injustiça foi a canção de Bruce Springsteen homônima ficar de fora por não atender às velhas regras da Academia…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: