Quando a música encontra o cinema – Parte I

Singles - Vida de Solteiro

Singles - Vida de Solteiro

A partir de hoje vou postar uma série de matérias, as quais vou comentar sobre filmes que tem a música como tema central ou um simples pretexto para contar belas historias.

Nos anos 90 o romance não está morto, mas é difícil de encontrar. Este é o diálogo que abre este filme muito engraçado e o meu favorito dentre tantos sobre música. Não sei se pelo filme em si ou pelo momento no qual transcorre a historia. Escrito e dirigido por Cameron Crowe, o filme Singles,  Vida de Solteiro, foca no curso dos romances de dois casais, assim como as vidas amorosas de seus amigos e associados. Centra ao redor das vidas de um grupo de jovens, a maioria com seus 20 anos, vivendo em um bloco de apartamentos, e é dividido em capítulos. Os eventos do filme foram situados tendo como cortina de fundo Seattle e o movimento Grunge na cidade durante o começo dos anos 90.

Com uma narrativa ágil e precisa Cameron Crowe nos mostra os encontros e desencontros de jovens que residem em Seattle. Enquanto está em um show do Alice in Chains o casal se conhece, a relação é tumultuada, em certo momento podemos ver Linda suspirando pelo seu amor ao som de Radio Song do REM, é um filme de amor para jovens, com muito rock ´n roll e problemas conjugais.

Encontramos um Eddie Vedder que é baterista da banda e dá dicas a um roqueiro amador que é um dos protagonistas do filme juntamente com sua banda o Pearl Jam que fazem parte da banda do tal roqueiro, conversando sobre o nome de sua banda e de fazer ou não fazer sucesso(mais cultura pop que isso impossível). Um filme para mim indispensável para aqueles que gostam de boa música, uma comedia romântica de grande qualidade.

Outro ponto a se citar, é o fato da trilha sonora ser escolhida a dedo pelo Diretor Cameron Crowe que sabe pontuar na medida certa a musica de seus filmes sendo essa sua obra prima. Ele nos brinda com uma quantidade de canções tão boas de bandas do movimento grunge e outras que não fazem parte do mesmo, mas que tem uma história no movimento musical de Seattle, um exemplo disso Jimi Hendrix, e o Smashing Pumpkins que foi importado de Chicago e muitos acham que ele faz parte da cena.

Enfim, assista ao filme curta a trilha, goste ou não do movimento grunge, é obrigatório para os adoradores da boa musica, assim como eu…

Anúncios

~ por Zach em março 31, 2009.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: