A Era do Gelo

eradogelo3_06[1]

O Filme – que saiu como uma aposta da Sony pra entrar no mercado dos filmes de animação – chega à sua terceira aparição no cinema, e, diga-se de passagem, a melhor das três até aqui. Como se sabe, nos dias atuais, filmes que têm um potencial lucrativo em Hollywood são logo transformados em franquias pelas grandes produtoras, o que já era de se esperar que o mesmo acontecesse com A Era do Gelo. Com uma diferença das últimas trilogias apresentadas nos cinemas: é uma história que funciona mesmo sem ter uma ligação direta entre as três (o terceiro filme é uma continuação dos acontecimentos do segundo).

Quando os meios cinematográficos divulgaram as primeiras imagens, de certo modo, fiquei muito decepcionado pela existência de dinossauros na próxima aventura, mas eis que minhas desconfianças foram tranquilizadas quando o filme teve início. Como se tratava de uma continuação de um filme que se passava no passado a existência de dinossauros, e como os mesmos foram inseridos na história, é uma saída interessante, já usada em outras películas (em certo momento da projeção, um dos personagens comenta que eles já tinham sido extintos).

Novamente dirigido pelo brasileiro Carlos Saldanha, o filme, que já era bom na sua primeira sequência, consegue ser ainda melhor, colocando tons mais dramáticos a história.

A mamute Ellie está grávida e isso faz com que se despertem emoções variadas nos integrantes da história. Many (esposo de Ellie) resolve ser um pai superprotetor querendo que seu filho seja criado longe dos perigos da vida. A preguiça Sid sente que também necessita de uma família, e o tigre dentes de sabre Diego sente que a vida de aventuras vai terminar com o nascimento do filho do mamute.

É notável a mudança na feição da mamute que outrora achava ser uma gambá, mas agora sabe que leva em seu ventre um ser. Os outros personagens irmãos de Ellie também dão tons interessantes ao filme, porém quem chega para se tornar o personagem mais interessante do filme é uma doninha de nome Buck que perdeu um olho num confronto com um dinossauro de formas gigantescas. São dele as melhores cenas do longa, esteja ele sozinho ou acompanhado dos outros personagens. Outro personagem que aparece com bastante destaque é o esquilo Scrat, onde o mesmo teve uma maior participação em cena, desta vez ele vem acompanhado de uma esquilo fêmea Scrattte, como sendo o par romântico da vez. As cenas dos dois “casados” são de partir o coração – Scrat sente na pele a rédea curta de uma fêmea castradora. Felizmente, ele não se deixa emascular tão fácil e deveria tornar-se um novo ícone da macheza. Viva o squirrel power!(trecho retirado do Omelete)

Algumas cenas me chamaram bastante a atenção no filme. Considerado de censura livre (mas é o mais adulto dos filmes), a carga dramática presente é imensa, o que me lembra muitos filmes conhecidos. Algumas delas remetem a Apocalypse Now, Predador, a alguns filmes de guerra (as batalhas aéreas de filmes do barão vermelho, entre outros). Quanto à fotografia do filme, as imagens saltam aos olhos do espectador, e imagino como seria a sensação de ter assistido ao longa num cinema 3D tal a utilização desse recurso com ângulos de câmera bem enquadrados e muito bem filmado. Mais uma vez o diretor Carlos Saldanha se mostra muito competente na execução de um longa e, com calma, vai galgando uma carreira sólida na tão fechada Hollywood. Que venham mais projetos com o nome deste brasileiro à frente!

Nota: 8,5

Trailer

Anúncios

~ por Zach em julho 27, 2009.

2 Respostas to “A Era do Gelo”

  1. Parabéns pela crítica, foi muito bem construtiva e de ótimos argumentos. Recentimente publiquei uma crítica em meu Blog, http://www.gigantoteca.wordpress.com , do filme Harry Potter e o enigma do príncipe, se lhes interessar dê uma conferida posteriormente no artigo. Obrigado.

  2. Opaaa!!! Belo texto, já e redigo…vc tem talento com crítica cinematográfica, meu caro. Gostei muito, e agora vou aproveitar para baixar esse filme já que não pude vê-lo no cinema! Abraço, fique bem! Nilson

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: