Scott Pilgrim Contra o Mundo

Quem nunca se apaixonou por uma garota em sua adolescência e por ela passou apertos incríveis, só para ficar ao seu lado? Quem nunca foi um desempregado por opção e vivia a curtir sua musica sem que nada alem disso importasse? Pois bem, essa é a HQ certa para essas pessoas.

Uma breve história… Voltando um pouco no tempo, lendo as informação sobre quadrinhos, me deparei com uma noticia sobre a publicação de uma história que me parecia muito interessante, com bastante referências aos videogames da década de 90 e a mangás, em seu traço e forma narrativa. Porém, descobri que todos os cenários da história são reais, e presentes na cidade de Toronto.

A série é muito conhecida também pelas referências a cultura pop no cinema e música. Criado pelo quadrinista Brian Lee O’Malley, Scott Pilgrim é um canadense de aproximadamente 24 anos, preguiçoso, anti-herói, roqueiro de garagem, que vive em Toronto, Canadá, e é baixista na banda Sex Bob-OMB. Ele se apaixona pela entregadora de encomendas da Amazon.com, Ramona Flowers, mas deve derrotar os sete “ex-malvados” (ex-namorados do mal) da garota liderados por Gideon, para poder ficar com ela. Diferente de Kick Ass (outro grande exemplo de revista em quadrinho atual), nosso herói não é um Loser (termo americano para perdedor, mesmo não sendo) por ser assim chamado, mas por opção. A premissa da história é simplesinha, bem rasa, mas quando você se dispõe a conferi-la, vá por mim, é uma das experiências mais incríveis que se pode ter lendo uma revista, pois não conseguia tirar os olhos, queria devorá-la o mais rápido possível. Diferente da versão americana, composta por seis volumes, a versão brasileira veio com apenas três volumes, as historias foram unidas, alternativa até interessante pois o formato que chegou as nossas livrarias é  bem superior ao formato americano.

Capas Originais

Capas Brasileiras

Com uma narrativa bastante fluida, somos apresentados aos personagens que são extremamente bem construídos e bem desenvolvidos, Stephen Stills, Kim Pine, Knives Chau, pequeno Neal, Wallace Wells (confesso que é o personagem mais interessante, é o amigo beberrão de nosso herói, e gay assumindo), tão marcantes quanto nossos protagonistas, o quadrinho faz idas e vindas no tempo para nos mostrar como nosso herói tem muitas qualidades e também seus defeitos, não sendo um ser humano perfeito.

As pessoas menos entrosadas com esse mundo de videogames antigos, poderão estranhar, e até mesmo não gostar desse quadrinho, uma prova disso é quantidade de volumes encalhados nas livrarias que freqüentei até montar minha coleção. Vá por mim, eu fiquei fascinado com todo o mundo de Scott Pilgrim, entrando no roll seleto dos meus melhores quadrinhos!!!!!!!

A única ressalva que faço é, não compre apenas um volume para depois ir comprando os outros volumes aos poucos, pois o mundo de Scott Pilgrim é fascinante, e merece ser descoberto de uma única vez, balela pura você não que não agüenta a espera!!!!!!!!!!!!!!

Ps. Já foi feita uma adaptação dos quadrinhos ao cinema, não vou comentar aqui pelo simples fato de não ter assistido, mas assim que conferir coloco um post a respeito.

Elenco reunido para foto

Nosso Herói

Anúncios

~ por Zach em maio 19, 2011.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: